7/29/2010

ANA VICTORIA PITTS. Um orgulho para Icoaraci



Icoaraci sempre deu valores para a cultura paraense. Júlio Colares, com o seu livro “Mosaicos”, na década de 30 foi um deles; Depois veio Antonio Tavernard, Newton Pessoa de Oliveira – este icoaraciense cedido pela Paraíba há mais de 40anos, Junior Guimarães – escritor, e teatrólogo morto a cinco anos; além, de Messias Lyra, poeta, cantor, compositor, Levy Cardoso, artesão, e vários outros.
O mais recente, ou melhor, a mais recente figura que honra as suas origens é a bela jovem aí da foto – pé redonda legítima – que atualmente leva a mensagem de paz, amor e beleza ao sul, através da música.
Trata-se de Ana Victoria Pitts.
Atualmente residindo em Curitiba, Paraná, veio passar alguns dias de férias junto a seus, rever os amigos.
Na saída da Missa das sete horas da manhã, no último domingo, a bela ninfa – de 19 anos – falou ao Jornal do Feio:
"Sempre cantei.
Minha mãe cantava para eu dormir até certa idade. Aliás, ela sempre cantou enquanto fazia as atividades domésticas, e na igreja também. "Foi quando comecei a cantar na igreja – a nossa igreja aqui de Icoaraci, a atual Paróquia de São João Batista e Nossa Senhora das Graças, que fica perto de casa”.
“Comprei um violão usado, pois queria aprender a tocar”. Com meus 13 anos comecei a estudar música em um pólo do Conservatório Carlos Gomes que fica aqui em Icoaraci. Lá eu aprendi a ler partitura por meio da flauta doce; nesta escola também tive aulas de violão e de canto. A
partir daí passei a me interessar mais pelo canto...”.
“Depois fui estudar no Carlos Gomes, onde decidi finalmente estudar Canto Lírico. Queria sair de Belém e a minha professora Márcia Aliverti me incentivou bastante a sair daqui para ter mais oportunidades de estudo e trabalho”.
Ana Victória prossegue: “Veio a oportunidade e eu não desperdicei. Meu pai Emanoel Pitts, militar, aposentado da Marinha colaborou bastante”.
“Estudo Música Erudita em Curitiba, na Universidade EMBAP (Escola de Música e Belas Artes do Paraná), que oferece cursos nas áreas de artes plásticas e música, Estou atualmente no primeiro ano de quatro do bacharelado em Canto Lírico. Irei me formar em 2013
Atualmente canto em dois corais em Curitiba. São eles: o Coral Champagnat Puc-Pr e o Tessitura Plena Singers”.
Ana conclui: “Mas tenho que ir embora. Dia 26 de agosto volto a Curitiba; pois dia 3/08 haverá um concerto do Coral Champagnat da PUC-PR de música brasileira, e eu tenho mostrar a aplicação dos meus estudos, não é?
Ah, sim, fui convidada para cantar em Setembro a ópera Dido e Enéias do compositor inglês Henry Purcell em Belém sob a regência do Maestro Francês Philippe Forget.
Mas não esqueci a minha Icoaraci – a nossa querida Vila Sorriso

Vamos aguardá-la Ana Victoria.

Nenhum comentário: