11/25/2015

RAY CUNHA








Tia Graça




Maria das Graças de Almeida Souza, tia da minha esposa, Josiane Souza Moreira Cunha, e da minha princesa, Iasmim Moreira Cunha, é o anjo do nosso núcleo familiar. Ela estendeu a mão a mim, como chefe de família, em situações em que eu escorregava para o abismo, correndo o risco de perder tudo o que me é mais precioso. Sou eternamente grato à tia Graça. Inscrevi, pois, um soneto no jardim da tua primavera, que a cada ano fica mais azul!

Tu és o anjo das nossas vidas
Teu gesto mais simples preenche de amor a luz
Deixa prenhe de fé o mundo, quando a esperança quebrou-se como cristal fino
Quando não havia mais, no caminho, alento algum

Tu és perfume que se entranhou nas nossas vidas
Do grande rio que rasga a Amazônia, as nascentes
Música de Mozart, que flui serena, vibração divina
Sol na espiral dos nossos caminhos, para sempre

Josiane, a cafuza mais linda do mundo
Iasmim, a princesa mais amada
E eu, somos gratos por tudo

A poesia, oceano destes versos, é minha essência, minha alma, sou eu
Todo o meu tesouro, que te dedico, tia Graça
Eu, que sou também Josiane e Iasmim, sou tudo o que tenho


______________________________________

•• RAY CUNHA – Escritor e Jornalista baseado em Brasília

Nenhum comentário: