5/13/2016

AVANÇO


ZENALDO revitaliza a Escola Monsenhor Azevedo, do Outeiro


A
 primeira escola municipal de ensino fundamental que funcionará em regime integral, no distrito de Outeiro, foi entregue à comunidade pela Prefeitura de Belém nessa sexta-feira/13. A Escola Municipal Monsenhor José Maria Azevedo foi totalmente revitalizada e ganhou novas salas de aula para atender os 187 alunos dos Ciclos I e II. A cerimônia ocorreu na quadra de esportes da escola.
Com a reforma, a Escola Monsenhor Azevedo passa a ter três banheiros, sendo um deles adaptado para Portadores de Necessidades Especiais (PNE); seis salas de aula totalmente climatizadas; espaços administrativos reestruturados; um novo espaço construído e adaptado para o funcionamento da cozinha, dispensa e refeitório. Além disso, a escola conta com salas para atividades complementares, como aulas de música, dança e artesanato.
Durante a cerimônia de entrega, o prefeito Zenaldo Coutinho, destacou a importância de oferecer um ensino de qualidade em tempo integral às famílias do distrito. “Entregamos agora uma escola revitalizada e ampliada, e, com o grande desafio da administração pública, que é oferecer condições para que haja justiça social verdadeira e transformação social. Portanto, Outeiro ganha agora a primeira escola em regime integral de ensino fundamental, e essa garotada e seus pais é que serão, com certeza, os beneficiados, pois poderão deixar seus filhos bem cuidados e alimentados enquanto trabalham”.
A unidade atende às famílias do bairro de Itaiteua, onde está localizada, e adjacências, como os filhos da diarista Suely Santana de Lima, de 31 anos, moradora do bairro Água Boa há quase um ano. De acordo com Suely, dois de seus três filhos estão matriculados na Monsenhor, o que representa uma alegria para toda a família.
“Tenho uma filha especial, então preciso dividir meu tempo entre cuidar dela, da Cristina Vitória (10 anos), do Lucas Gabriel (7 anos) e ainda manter meu emprego de diarista. Quando viemos para Outeiro eu acreditava que a maior dificuldade seria por os menores em uma escola de tempo integral, e essa, foi justamente a melhor surpresa que eu tive”, revelou a diarista. “A escola tem me ajudando bastante, porque no período integral que eles estão aqui, consigo levar minha outra filha ao médico, e trabalhar para ajudar meu marido com as despesas de casa. E ainda tem o ônibus, que agora traz meus filhos para a escola de forma mais segura. São tantos benefícios, que só mesmo o prefeito Zenaldo para nos garantir isso para a nossa comunidade”, comemorou Suely.
Compromisso Durante a cerimônia, a representante do Ministério Público, promotora Graça Cunha, falou sobre o compromisso que a Prefeitura de Belém tem com a educação no município. “Mais uma vez estamos acompanhando a entrega de uma escola revitalizada e ampliada, que demonstra o compromisso que o prefeito tem, pois só assim somos capazes de construir mudanças para o futuro dessas crianças”, ressaltou.
Participaram da cerimônia a vice-prefeita, Karla Martins; a secretária municipal de Educação, Rosinéli Salame; os agentes distritais de Icoaraci, Armando Tavares e de Outeiro, Elizete Cardoso; o escritor Apolo Barros (Apolo da Caratateua) e lideranças comunitárias.
_________________
Karla Pereira



 Mais informações – A Escola Municipal Monsenhor José Maria Azevedo foi inaugurada em 10 de abril de 1969, como parte das comemorações do Iº Centenário de Icoaraci - que, àquela época  estava jurisdicionada a Icoaraci – pelo prefeito Stélio de Mendonça Maroja, pelo engenheiro rodoviário Evandro Simões Bonna, agente distrital de Icoaraci que foi, também, o criador, projetista e construtor, além de Galdino Farias(falecido), supervisor do Outeiro e Manoel Ribeiro (falecido), presidente da Associação dos Amigos do Outeiro, que assessorou Bonna desde a concepção até a sua execução final..
Monsenhor Azevedo, titular da Paróquia de São Batista – a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, do Outeiro, ainda tinha sido criada – o homenageado, celebrou a Santa Missa e benzeu a escola,
É importante citar que após Stélio Maroja, somente o prefeito Hélio Gueiros, através da professora Terezinha Moraes Gueiros – titular da Secretaria Municipal de Educação, criadora juntamente com o sociólogo José Mariano Klautau de Araújo da Escola Bosque Professor Eldorfe Moreira – se preocupou com a escola de Itaiteua em vários aspectos físicos, materiais e pedagógicos.
Somente agora com Zenaldo Coutinho é que a Escola Monsenhor Azevedo revitalizou-se ganhou novos espaços destinados às aulas de música, dança e artesanato, ou seja, ficou mais bonita!
O redator do Jornal do Feio foi uma das muitas pessoas que estiveram presentes às solenidades de inauguração da Escola Municipal Monsenhor José Maria Azevedo, em 1969.
Como amigo e admirador do Outeiro, um dos integrantes da Operação Especial Icoaraci/Outeiro do Projeto Rondon – que praticamente redescobriu Caratateua – um dos criadores da Associação dos Amigos do Outeiro, que tão bem fez ao Outeiro enquanto existiu;  que serviu por 10 anos na Administração Regional do Outeiro, diretor do Jornal das Ilhas, além de tantas coisas que fez, ou tentou fazer, pelo engrandecimento do Outeiro que ama, - este jornalista se sente feliz, honrado e gratificado pelo o que Zenaldo Coutinho fez pela Escola Municipal Monsenhor José Maria Azevedo, estabelecimento de ensino que viu nascer há nove lustros e ajudou a construir.
(Aldemyr Feio)

Nenhum comentário: