11/21/2014



Obrigado,   
Senhora das Graças.
                    
                                                                      


De joelhos aos vossos pés ó Grande Soberana Rainha Mãe e Medianeira de Todas as Graças, venho mais uma vez orar e agradecer por tudo que concedestes a este humilde e indigno filho nesses 365 dias que se passaram, após o nosso último encontro, momento antes de lhe conduzir, juntamente com todos os meus irmãos, pelas ruas desta Vila-Cidatde, que é vossa.

Obrigado por tudo que vos me concedestes neste ano; obrigado por me conservar com saúde, pelas minhas conquistas, pela escolha para integrar a próxima diretoria da Liga Distrital de Desportos Amadores (LDDA) por me trazer de volta à Subprefeitura de Icoaraci, - que sempre foi o meu lugar – e onde encerrei as minhas atividades como funcionário público municipal, após 32 anos. Agradeço, também. pelas coisas ruins que me acorreram...mas... o meu amor por vós foi maior e consegui superá-las.
        Mãezinha do Céu: obrigado por vos me fazer humilde e bom; por me ter permitido viver e poder contemplar mais um Círio de Vossa Graça Santíssima e, assim, poder voz louvar e bendizer a Vossa Majestade, e proclamá-la a todos através do pendor que vos me concedestes de ver, sentir, fazer e divulgar através das mensagens escritas e sua verdade,  o vosso “Magnificat”.
        Obrigado por abençoar a minha casa, o meu único filho Luís Eduardo - razão maior de minha vida simples -; por abençoar e proteger a minha Telma, a doce menina dos meus sonhos, com as suas travessuras, alegrias, esperanças, ilusões e acima de tudo com o seu exemplo, (o seu filho Adelmo, sua neta Ágatha Yohana e sua mãe Terezinha de Jesus Sales de Menezes, que não é sogra, mas minha mãe atual.)
        Sim, Excelsa e Doce Mãe Celestial, neste ano cuidastes, uma vez mais, da moça que leva o vosso nome, companheira maravilhosa; minha alegria; meu amor, que caminha comigo há 30 nos; que corrige os meus erros; que me dá segurança, conforto, compreensão e que, na falta da minha mãe Nena que já de encontra ao lado de Voz, me conduz pelo resto do caminho.
        Mãe do Céu, Grã Rainha, Mãe de Deus, Minha Mãe, agradeço-vos por ter relevado os meus erros - que foram muitos. Fostes sempre o meu refúgio e a minha esperança e o regaço das minhas horas tristes e difíceis. Agradeço, da mesma maneira, a aquisição de novos amigos que me possibilitaram integrara um grupo de oração que as noites de quartas-feiras se reúne para  estudar, refletir as palavras do Santo Evangelho, louvar, bendizer a agradecer a seu Filho Jesus e  a Voz Medianeira de Todas as Graças
        Hoje, Santa Senhora, realizamos mais um Círio; o 62º desta Vila-Cidade que vive sob a égide de vosso Coração Imaculado. Mas uma vez, a vossa imagem santa e inconfundível, acomodada carinhosamente na berlinda, caminhará pelas ruas de Icoaraci conduzida por este povo que vos ama.
        Hoje, como sempre ocorreu nesses doze lustros, todos serão um em torno na mesa do Pai Celestial, tendo vós, Ó Maria, como Medianeira. Hoje não haverá credos discrepantes: a fé deste povo em vós, Mãe Santíssima, dominará todos os corações.
        Finalmente, Maria - Virgem e Mãe, Medianeira de Todas as Graças, juntamente com Jesus Cristo - Nosso Senhor e Nosso Deus e Nosso Único, Todo e Suficiente Salvador - rogo-vos, humildemente, numa prece fervorosa, que faça descer as suas graças e abençoe o povo da minha Vila Sorriso, cuja fé conheceis, e que hoje é renovada na piedosa caminhada do Círio; abençoe a minha Telma Maria Menezes; abençoe o Luís Eduardo, Adelmo e Ágatha Yohama, nossos filhos e neta; minha sogra e segunda mãe, Terezinha de Jesus Sales de Menezes; os meus parentes, amigos e tantas outras pessoas que me querem bem, assim como Rárima Croelhas Feio, minha prima e amiga e Maria da Conceição Avelar, a irmã que conquistei e que me atura todos os dias, para que, possamos, num uníssono,  proclamá-la eternamente Rainha do Céu e da Terra.
        Mãe Senhora das Graças, peço-vos fervorosamente, cuide da minha vida, cuide de mim e do meu amor.
Daí pureza à minha alma e convicção à minha fé. Amém.





Nenhum comentário: