6/24/2016

CRÔNICA DE SAMPA



  1. Eu gosto é de futebol!


S

abe aquele menino que desde os seus sete anos, sempre pedia de natal uma bola de capotão; que aos sábados e domingos ia assistir aos jogos dos time de camisa do bairro de Indianópolis, e normalmente, ficava atrás do gol e atuava como gândula, corria atrás da pelota, quando ela ia pra fora, só pra ter o prazer e chutá-la de volta para o goleiro?
Esse menino cresceu e sempre praticou esse esporte bretão, até os dias de hoje... tento jogar nos veteranos da Confraria dos Boleiros, depois de jogar por 8 anos com os veteranos da CEF.
Essa Confraria tem o objetivo de resgatar jogadores, principalmente da Várzea, mesmo os que não atuam mais, mas gostam de lembrar e reencontrar velhos amigos.
É gratificante ver a alegria dos velhinhos quando reencontram amigos que não viam há décadas e contam os causos antigos, alguns chegam a ir a lágrimas.
Hoje temos um time competitivo, mas também temos os rachões para que todos, - que ainda conseguem correr um pouquinho - também possam participar da brincadeira; mas todos podem participar do terceiro tempo, com direito a tomar até uma cervejinha se a saúde ainda permitir, e jogar conversa fora.
Segue o jogo!

Obs: Mais informações sobre a Confraria:

Semana que vem eu volto, apesar do frio.
Saudações são-paulinas.

♦♦♦♦♦♦♦♦

Adicionar legenda

Ricardo Uchôa Rodrigues


3 comentários:

Turcão disse...

Valeu meu amigo de bairro e de futebol. Aí sim hein, que timão esse da foto.

Turcão disse...

Pensei que viria a identificação de quem comentou mas não veio. Sou eu, seu amigo Jorginho, do Planalto Paulista, irmão do seu amigo de infância que hoje mora no Céu, Toninho.
Abração e Salve Confraria.

Ricardo Uchoa disse...

Valeu Jorginho Melo! Você e os seus irmãos Cláudio, Roberto Maradona e o meu saudoso amigo Toninho nasceram para jogar futebol. Grande abraço. Valeu a força! Estamos juntos!