2/18/2007

Bem-vindo Walter Jr


Li na humorada e bem escrita página do Dr. Hélio Gueiros (Diário do Pará) – ele é meu colega duas vezes, mas eu não consigo deixar de chamá-lo de Doutor!!! É habito -, que o Walter Júnior do Carmo, – o nosso querido Walter Jr. - está de volta a Belém após submeter-se a uma bateria de exames na capital paulista.
Ou seja, o cara está zero-bala.
Para quem sabe, Walter Jr foi um dos melhores coordenadores de comunicação social que a Prefeitura de Belém teve nesses últimos 20 anos. Como profissional do ramo, zeloso e competente, sabia o que queria. Sabia mandar – aliás, pedir. Ele não mandava... com aquele papo... não havia como não atendê-lo -, conhecia cada um dos seus subordinados e o que mais importante, sabia ouvir. Ético, justo, enérgico quando necessário, o macapaense aprendeu amar e querer bem a "Cidade das Mangueiras". Com as suas atitudes firmes e inteligentes contribuiu grandemente para o sucesso da administração.
Walter Jr fez toda campanha de Hélio Gueiros utilizando a música de Roberto Carlos – “como é o meu amor por você’. Esse case – que obteve prêmios em concursos nacionais – fez com que com HG ganhasse no primeiro turno.
De goleada.
Icoaraci e Outeiro devem muito a Hélio Gueiros e, de certa forma, a Walter Jr.
Como jornalista e publicitário, ele assessorou com dados técnicos e informações - eu também estive nessa ajudando o cara! - Hélio e a Dra. Terezinha Gueiros na concepção, criação, planejamento e implantação do Liceu de Artes e Ofícios Mestre Raimundo Cardoso – que substituiu a Escola Sabino Oliveira, mantida pelos artesãos há mais de 30 anos -; e a Escola Bosque que homenageia o professor Eldorfe Moreira.
Também é de Walter Jr – juntamente com Terezinha Gueiros – no final da administração HG, a idéia do Centro de Cultura de Icoaraci, que funcionava no pavilhão ao lado da Escola Municipal Alfredo Chaves, na “7ª Rua”; e o Museu do Artesanato de Icoaraci, instalado num chalé suspenso, estilo colonial, na Travessa Pimenta Bueno, ao lado da capelinha de São Sebastião.
O primeiro diretor do museu foi o artesão Raimundo Sarava Cardoso,falecido no dia 10 de abril de 2006
Infelizmente, tanto o Centro de Cultura como o Museu do Artesanato foram esquecidos.
Detalhe - na administração passada quiseram instalar na Biblioteca Municipal Avertano Rocha, o Museu do Artesanato, como se fosse idéia original. Eu que acompanhei tudo desde o início, protestei.
Botei a boca do trombone e projeto foi cancelado. Até mesmo a festa de “inauguração”.
Graças a Deus, que o esforçado e competente “subprefeito” de Icoaraci, o economista, publicitário e microempresário José Croelhas, pretende reativar Centro de Cultura – aliás, já reativou.
Muito bem.
Pois é. Meu bom amigo Walter Jr está na área. Saúdo a sua volta.
Precisamos botar o papo em dia.
Não pela internet, mas pessoalmente, para aquele abraço interromçido há dez anos. A.F.

Nenhum comentário: