11/26/2013


Icoaraci celebra 61º Círio de Nossa Senhora das Graças
   
    Foto: Tássia Barros
    Zenaldo prestigiou o Círio de Nossa Senhora das Graças

Com o tema “Virgem Maria, ícone da fé obediente", o 61º Círio de Nossa Senhora das Graças atraiu cerca de 100 mil fiéis, na manhã deste domingo, 23, para a procissão nas ruas do distrito de Icoaraci. A celebração iniciou por volta das 8h30, logo após a missa na Igreja de São de Sebastião. O prefeito Zenaldo Coutinho esteve presente e acompanhou o evento no palanque do Governo do Estado, ao lado da vice-prefeita Karla Martins.
“É com grande satisfação que participamos do Círio de Nossa Senhora das Graças, em Icoaraci”, comentou o prefeito. “Ver todas essas famílias reunidas e a demonstração de fé dos moradores da Vila Sorriso é motivador. O que podemos desejar nessa data é que ela continue intercedendo por todos nós e que garanta a Vila Sorriso ainda mais sorrisos.”
A aposentada Antônia Feitosa, 65, resumiu a procissão em uma palavra: maravilhosa. “Sou moradora do distrito há 38 anos e neste ano estou participando do Círio pela 38ª vez. Eu não perco essa caminhada. É uma data que mobiliza todas as famílias e traz uma sensação de paz e felicidade”, disse.
A procissão percorreu a Travessa do Cruzeiro, Avenida Lopo de Castro, Rua Manoel Barata, Travessa Berredos, Rua Coronel Juvêncio Sarmento, retornou para Lopo de Castro e depois Rua Padre Antônio Maria até chegar à Igreja Matriz. 
Para garantir a segurança, Polícia Militar, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Semob e outros órgãos estaduais e municipais atuaram em conjunto nos seis quilômetros de percurso. E embora o calor estivesse forte, fieis de todas as idades acompanharam a procissão recebendo água dos promesseiros e a sombra de algumas árvores.

Ao chegar à igreja Matriz, a imagem foi recebida com fogos de artifício e, logo em seguida, foi realizada missa ao ar livre pelo arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira. “Fico muito feliz ao ver a morada do Senhor sendo revitalizada”, disse, apontando para as telhas da igreja, que estavam sendo trocadas. “Isso representa não apenas o zelo com a paróquia, mas com as coisas que são de Deus.”
Durante a missa, Dom Alberto lembrou que “as primeiras pregações de Jesus Cristo foram realizadas ao ar livre”, que “Nossa Senhora das Graças é o exemplo a ser seguido pelo bom cristão” e orientou os fieis para que, após a missa, anunciassem o reino de Deus não somente em suas casas, mas em suas comunidades.
Junto com a família, o autônomo Roberto da Costa, 46, pediu bênçãos aos governantes. “Assim como a missa de Nossa Senhora de Nazaré, em outubro, Nossa Senhora das Graças tem o poder de unir a população em um só pensamento e espalhar a paz. O meu pedido é que ela ilumine nossos representantes nos próximos anos, para que façam uma boa administração”, frisou.
Após o Círio, ocorre o quinzenário da festividade, com programações culturais e litúrgicas até o Recírio, no dia 8 de dezembro.

__________________
César Modesto

Nenhum comentário: