12/22/2017

CRÔNICA DE SAMPA



NATAL ANTIGO
  

N
ovamente voltamos ao programa "Hora da Cidadania" do Ed Valadão, desta vez para relembrar os natais que marcaram, principalmente a nossa infância. 
Eu juntamente com o meu amigo de infância Giba, nos unimos a um especialista em vinho, outro da terapia do sono e um divulgador de samba do bairro do Cambuci, -amigo antigo do Valadão - lembramos de como eram os natais de antigamente, fizemos uma analogia com os atuais.
Enquanto a gente lembrava dos natais que tinham nos marcados, o sonoplasta tocava musicas natalinas que ficaram nas nossas memórias, inclusive de propagandas que marcaram essa época; destaque para a da VARIG, que quase fui a lágrimas, pois além de ser muito bonita, me fez lembrar o fato do meu pai, meus irmãos, parentes, inclusive eu ter trabalhado nesta conceituada empresa aérea.
Lembrei com saudade principalmente dos natais da década de 50, onde meu pai ainda estava conosco, já que em 61 ele constituiu uma outra família. Nesta década o Papai Noel foi generoso comigo, ganhei carro que eu dirigia pedalando, patinete e até bicicleta.
Esqueci de citar no programa um fato marcante, eu tinha quatro/4 ou cinco/5 anos, ganhei um patinete no Natal e um ou dois dias depois fui comprar balas no empório do Sr. Juca, - que era próximo de casa -, estacionei o meu patinete na porta e quando voltei não mais o encontrei, algum menino o furtou, imagine a minha frustração!... 
Cada participante contava um fato natalício marcante, e chegamos a conclusão que hoje, infelizmente não tem a mesma pureza... ele é mais voltado para o comércio, esquecemos que estamos comemorando o nascimento de Cristo, e não há tanta confraternização entre as famílias e os amigos.
Aproveito a oportunidade para desejar a todos os leitores deste Blog  - especialmente aos irmãos remistas de Belém do Pará - um excelente Natal e um Ano Novo cheio de realizações, e que em 2018 possamos eleger políticos competentes e, acima de tudo, honestos que possam contribuir para o engrandecimento do nosso querido e amado Brasil...
... e que também sejamos campeões mundiais no futebol. Que é paixão nacional!
Abraços a todos!
Segue o jogo!

NATAL ANTIGO                   


Minha (nossa) thurma

♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦

Ricardo Uchôa Rodrigues 

Nenhum comentário: