3/02/2012

LUIZ SOLANO – Repórter do Planalto






INQUIETAÇÃO NOS QUARTÉIS



 
O professor Marco Antônio dos Santos, disse que parece que o governo petista começa a errar onde alega que os militares erraram: censurando e punindo. Diariamente, os noticiários nos mostram, segundo Marco Antônio, pessoas morrendo às portas de hospitais; falta de médicos e medicamentos em hospitais onde impera a propaganda; cadeias que são verdadeiros depósitos de presos de fazer inveja a Auschwtiz; crianças caminhando léguas para ir a escola; outras catando sua dose diária de nutrientes e proteínas em lixões de periferias; favelas onde se amontoam milhares de famílias sendo incendiadas, tudo isso, e muito mais, Brasil afora levando a crer que o maior genocida do país é o Estado.
Assim, parece um tremendo contrassenso ou a existência de mais interesses escusos, mais um entre as centenas de escândalos que corroem o país, a existência de um secretária de Direitos Humanos, nas mãos de uma autoridade que na aparência parece instilar raiva a todo o instante, instalando uma Comissão da Verdade, para punir "desvios ocorridos nos citados direitos em certo período da história do Brasil".
Segundo o professor Marco Antônio, alegam que os cidadãos têm direito à verdade, embora os supostos detratores das garantias individuais, como instituição, detém os maiores índices de aprovação justamente por quem teria sido oprimido por uma "ditadura sanguinária”.
Afirmam que as Forças Armadas de hoje não são as mesmas de antes. Ora, não são mesmo. Assim como a sociedade também não é a mesma. Ou vamos voltar no tempo para alguns segmentos e para outros, não ?
Aqueles que imaginam que isso possa fazer parte da evolução das sociedades segundo Marco Antônio, podem estar cometendo um tremendo erro de avaliação; pois ao condenar o passado abrindo armários onde imaginam haver esqueletos - pode-se estar correndo o risco de deixar "ovos de serpente”, entre os que atualmente integram o presente das instituições armadas.
Os militares de hoje que porventura pensem que somente serão levados aos tribunais velhos moribundos, não devem se esquecer que amanhã novos moinhos de vento podem ser imaginados e, bem, o efeito Orloff é bastante conhecido neste país.
Marco Antonio, conclui que é fácil entender que a tal Comissão da Verdade pode estar atacando aqueles que justamente garantem a existência dela. Ou será que cumprem, sem ao menos saber, os ditames subliminares de um imperialismo que condenavam, desarmando o Brasil em corações e mentes? Seria algo como um mafioso tentando prender e punir seus próprios guarda-costas. Ou o dono de um pitibul que todo o dia espanca o animal até que um este o morda.
Isto já deve estar trazendo inquietação nos quartéis.


CORRESPONDÊNCIA


Senador
MARCELO CRIVELLA
A Paz em Cristo


Uma pena que o Senhor tenha aceitado o convite para fazer parte do Governo da Sra. Dilma Rousseff. Mulher sem alma e que não acredita em Deus além de ser defensora do aborto. Gostava de vê-lo na televisão falando sobre a família, paz, amor, esperança e, sobretudo, em Deus.
Dona Dilma, ao levar para o ministério duas mulheres de um passado triste, Eleonora Menicucci e Maria do Rosário - a primeira que é defensora do aborto e a segunda que carrega o ódio no coração, quando insiste em tal Comissão da Verdade – percebe-se que o Brasil, caminha para o lugar errado.
Aos 72 anos de idade e 57 de vida pública, vejo repetir um ditado popular que eu conheci quando ainda era criança: “Quem se mete com porcos farelo come".
A demissão de oito ministros do Governo Dilma, é pinto em relação ao que estamos vendo neste momento; ou seja, a sua nomeação para o
Ministério da Pesca, em um governo onde a tônica é o ódio, o desmando e a perseguição a homens de bem deste Brasil.
Não pense Senhor Senador Crivella, que a sua nomeação será para o bem do Brasil. O Senhor será usado para que os evangélicos de todo o Brasil sejam divididos e se criar uma situação de insegurança política e social como deseja a presidente Dilma e seus comandados, tudo sob a orientação do "primeiro ministro Lula.
Desestabilizando a família e instituições como as Forças Armadas é o primeiro passo para o golpe de estado que há muito se ensaia dentro do Palácio do Planalto.
Cuba e Venezuela são exemplos maiores.
É uma pena o que estou vendo: um homem brilhante e temente a Deus, como o Senhor, fazendo parte de um governo que eu tenho medo e que grande parte da sociedade brasileira pensa o mesmo. Leia e veja os blogs deste Brasil, em especial do Cláudio Humberto, na coluna “Broncas”.
A democracia está ameaçada Senador Crivella. Não se iluda. Haverá perseguição as Igrejas como ocorre no Irã e Cuba, templos serão fechados e os cristãos perseguidos.
Faça o que manda o seu coração.
Respeitosamente


Luiz Solano

HIGS 706-Bloco N - Casa 60-CEP 70.350.764. Brasília DF.


FICHA LIMPA


O Supremo Tribunal Federal, em histórica sessão plenária, decidiu a aplicação esse ano nas eleições municipais da Lei Ficha Limpa. Deveria o Executivo enviar ao Congresso, ainda este semestre, um projeto de lei determinando que aquele agente que for condenado por improbidade administrativa fique impedido de labutar e fazer concursos por 10 anos e que suas aposentadorias sejam cassadas.
A democracia pressupõe candidatos com ficha limpa. Entretanto essa Lei deve servir antes de tudo àqueles que usurpam ou abusam da função pública, não apenas de natureza econômica, mas os que violem a consulta ética e moral do Serviço Público, que é para servir ao público e não ser servir do público.


ONTEM E HOJE


O ex-governador e senador Cristovam Buarque está indo à televisão, em programas políticos, como bom orador, para apresentar defeitos do governo atual. Mas não se lembra de que quando exerceu tal cargo a partir de 1994, enfrentou várias greves de professores, na busca de melhoria salarial.No poder, não se dobrou os reclames da classe, da qual era proveniente.
Como as pessoas mudam.
Cristovam Buarque, já se articula para voltar ao governo do Distrito federal, e esquece que o povo não é burro como pensa.


OPERAÇÃO MONTE CARLO


A Operação Monte Carlo da Polícia Federal prendeu 31 pessoas pertencentes a uma quadrilha que explorava jogos ilegais. Entre os presos está o chefe do bando, Carlinhos Cachoeira, que ficou famoso ao ser flagrado combinando o pagamento de propina com o ex-assessor da Casa Civil, no Governo Lula.
Segundo a Polícia Federal, Carlinhos Cachoeira e seu bando deverão responder pelos crimes de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva, contrabando, violação de sigilo, peculato, falsidade ideológica e evasão de divisas, além da contravenção penal de exploração de jogos de azar. Crimes que quase todos os auxiliares de Lula cometeram.
Mas só precisamos compreender que tudo isso são reflexos de uma herança deixada por um governo que banalizou a corrupção no Brasil. Um governo repleto de agentes nocivos que infectaram o Brasil e que ainda continuam alojados nessa ferida incurável chamada Governo Lula, danificando o tecido de um Estado mórbido e que continua ainda, 14 meses depois que deixou o Palácio do Planalto.


JUIZES MALANDROS


Em meio às críticas sobre sua atuação no Conselho Nacional de Justiça, a Corregedora Eliana Calmon disse que os juízes "decentes" do País não podem ser confundidos com "meia dúzia de vagamundos" que estão infiltrados na magistratura brasileira.
Durante audiência na Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal, Eliana Calmon, afirmou que as investigações conduzidas pela Corregedoria devem ocorrer em vários setores para apontar falhas do Poder Judiciário. Ao logo da audiência, a Corregedora fez diversas críticas a atuação de juizes. Disse que o Poder Judiciário vive hoje uma "crise ética" e atacou desembargadores que não são alvo de investigações por serem "malandros" e conquistarem a simpatia de magistrados.
E dificílimo um tribunal julgar desembargador. Se ele tem a simpatia do colegiado, e os malandros são sempre extremamente simpáticos, o tribunal não tem poderes para julgar. Ela disse que não tem medo dos maus juizes, mas do silêncio dos bons juizes, que se calam na hora do julgamento.


FALSAS LÁGRIMAS


Durante a posse do senador Marcelo Crivella, como ministro da Pesca, no Palácio do Planalto, a presidente mais uma vez mostrou que sabe fazer uma peça teatral. A exemplo do que fez na tragédia de Realengo, onde 11 crianças foram barbaramente assassinadas, Dilma, "chorou" e lamentou o ocorrido, como se o fato tivesse realmente tocado o seu frio coração de mulher que não acredita em Deus.
Agora, novamente durante a posse de Crivella, aproveitando ocasião "chorou" muito demonstrando emoção perante o grande número de pessoas que estiveram no Palácio do Planalto.
Sabemos que a presidente Dilma, é uma mulher fria, agressiva e sobretudo cruel e jamais iria chorar em uma solenidade, pois estava apenas cumprindo a agenda social e administrativa. O choro não foi de verdade. Serviu apenas para enganar de que é humana e "que tem sentimentos".
Quem a conhece, sabe perfeitamente que estava jogando para a plateia.


TURISMO COMPLICADO

Tenho conversado com alguns agentes de viagem de Brasília, Rio e São Paulo sobre o turismo em Belém do Pará, e eles me informaram que é muito difícil trabalhar com a hotelaria paraense a mais cara do Brasil.
Para esses agentes de viagens é bem melhor trabalhar em viagens para o nordeste e até mesmo para fora no Brasil, aqui mesmo na América do Sul, onde os hotéis são baratos e também oferecem um grande serviço de hotelaria.
Se houver uma redução de preços nas hospedagens, esses agentes de viagens podem fazer um trabalho junto às empresas de aviação e programar viagens para Belém, que já foi a porta de entrada da Amazônia, tendo perdido esse privilégio para Manaus.
Com essa informação, seria bom que o Governo do Estado do Pará, através da Paratur, que tem a frente um dos mais brilhantes homens que conhece o turismo com a palma da mão, o Adenauer Goes, reverter essa situação, e fazer com que Belém receba muitos turistas, o que ocorre somente com o Cirio de Nazaré, quando os hotéis ficam lotados e os restaurantes cheios de visitantes.
Belém tem potencial turístico e muito se pode fazer por essa grande região, gerando empregos e movimentando a economia paraense.

Nenhum comentário: