6/04/2007

Alfredo Ramos


Fala Aldemyr!

Conforme te disse, ao me cobrares: Queres mesmo a Coluna
do Alfredo, mesmo fazendo esse frio arretado aqui em Sampa?
Cara. Seguinte: melhor tomar uma caipirinha e ficar de papo pro ar.

Mas fiquei meio cabreiro.
Semana passada passei pelo supermercado e fiz umas compras de emergência. Esqueci o vinho.
Estacionei o “possante” e fui a pé até o boteco da esquina.
Pensei em tomar uma caipirinha, mas fiquei na duvida,,, se o coração ia agüentar. Então pedi um vinho.

- O melhor que tenho é esse, o São Tomé.

- Égua! Não tem o Frei Galvão, não??? Mandei pra dentro rapidinho.

Cheguei a tempo de abrir a porta do banheiro, em casa, e vomitar até as tripas.

- Égua, mais uma vez.
Esse vinho só pode ter sido feito de mistura de álcool e solvente.

E o frio?

- O frio que se dane, vou continuar é vomitando.

Grande Aldemyr, me desculpe.
A coluna dessa semana não ficou bem humorada.
Prometo que na próxima, sairá sem vinho etílico.

Tchau e benção.

São Paulo, 04 de junho de 2006

Nenhum comentário: