11/27/2011

BRASÃO PAROQUIAL


 Círio de Icoaraci 2011







A partir deste ano de 2011, nossa Paróquia, que tem como padroeiros São João Batista e Nossa Senhora das Graças, passou a identificar-se nos documentos emitidos pela mesma, com o seu brasão, atendendo ao cân. 535 §3 do Código de Direito Canônico, que reza assim: “cada Paróquia tenha o próprio selo; as certidões que se dão a respeito do estado canônico dos fiéis, como também os atos que podem ter valor jurídico, sejam assinados pelo pároco ou por seu delegado e munidos com o selo da paróquia”.
 
Descrição heráldica

Escudo está envolvido pelo nome da paróquia; encimado pelo ano de 1935, que remete-nos a grata recordação dos pioneiros que empreenderam a construção de nossa belíssima Igreja, em especial Padre Teodoro Kokke, fundador e primeiro pároco.
Este mesmo escudo é sustentado pela flâmula basilar contendo as frases latinas: “Ecce Agnus Dei” (Eis o Cordeiro de Deus) e “Ecce AncillaDomini” (Eis a Serva do Senhor); na primeira “Ecce Agnus Dei” encontra-se a missão do Batista que veio para anunciar Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo; e o segundo “Ecce AncillaDomini”, a missão de Maria, que se oferece a Deus como a humilde Serva do Senhor.
O Escudo é apresentado em dois planos, sendo o superior vermelho e o inferior azul, tendo seu contorno em ouro, sinal da grandeza e majestade Divina que envolve a vida dos dois padroeiros da Paróquia.
A divisão do escudo é feita por flores de liz e conchas de batismo; a primeira alude à vocação de todo cristão, a busca pelas coisas do alto, e a segunda, ao batismo, sem o qual não somos incorporados a Cristo.
O primeiro campo, em tom vermelho, é uma clara alusão ao martírio de São João Batista; dentro desse campo, no lado direito, encontra-se o Cordeiro de Deus, do qual São João Batista foi o Precursor, e tornou-se sua voz na preparação de seu caminho; no lado esquerdo, a concha de batismo, com a água, alude ao Batismo que João pregava no deserto, chamando a todos à conversão, e o Batismo que o próprio Cristo pediu para ser batizado por João.
O segundo campo é de cor azul referente ao céu e a pessoa de Nossa Senhora das Graças, co-padroeira da Paróquia. Traz em seu centro o M encimado pela cruz, rodeado de doze estrelas, recordando-nos que a vida de Nossa Senhora está em íntima relação com a entrega de Cristo na cruz.

Nenhum comentário: