1/28/2012

LUIZ SOLANO - Repórter do Planalto


INDECISÃO DE DILMA


Estamos vendo a indecisão da presidente Dilma Rousseuf, em receber a ativista cubana Yoani Sanches, que faz oposição cerrada em Cuba, ao governo, que há 45 anos massacra, escraviza e humilha o povo da Ilha. Poderá até sair para visitar o Brasil, porém já foi informada que a sua permanência em território brasileiro será de apenas 30 dias e vigiados pelas autoridades policiais. Ela deixa Havana, vem para o Brasil, porém fica ai uma dúvida de como será tratada no seu retorno a Cuba, e como serão tratados os seus familiares que ficaram em Havana.
Por outro lado, a presidente Dilma, já disse por interlocutores que não vai receber Yaoni Sanches, um fato muito estranho, pois se o ativista terrorista italiano, Césare Battisti, mostrasse interesse em visitar o Palácio do Planalto, com certeza dona Dilma estenderia o tapete vermelho e que lhe prestaria toda vassalem possível, com a presença de ministros, do governador Tarso Genro, e quem sabe até do ex-presidente Lula.
Temos que ficar atentos para esse tipo de comportamento do atual governo petista, que já implantou uma ditadura de esquerda, e democracia por aqui é só para inglês ver.


AMIGA E AMIGAS


Além de amiga da presidente Dilma Roussef, a indicada pelo governo para comandar a Petrobrás, Maria das Graças Foster, é doadora de campanha de Dilma à Presidência da República. Graças Fostes ocupa hoje a Diretoria de Gás e Energia da companhia petrolífera. A Petrobrás, por meio de comunicado enviado a Comissão de Valores Mobiliários, informou que o presidente do Conselho de Administração da companhia, Guido Mantega, indicara Graça Foster para presidir a estatal, em substituição a José Gabrielli. A indicação ainda deve ser aprovada pelo conselho, o que vai acontecer na próxima semana.
Nós apuramos junto ao Tribunal Superior Eleitoral, em 2010, a diretora doou R$ 24 mil ao comitê financeiro nacional do PT para a Presidente da República. As doações foram feitas em agosto e setembro daquele ano.
A futura presidente da Petrobrás colaborou ainda com outra campanha do PT. Ela doou em setembro de 2010 outros 10 mil para o Comitê Financeiro do PT. No dia 28 de do mesmo mês, Graças Foster fez outro depósito, no valor de R$ 500 na conta da direção estadual do PT.


PROMOTORES EM ALERTA


Assassinatos, tortura, extorsão, tráfico de drogas e ameaças praticadas por um grupo de extermínio, supostamente formado por policiais militares, preocupam o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios. Há indícios de que os crimes podem ter ultrapassado as fronteiras do Distrito Federal e chegado à vizinha Planaltina de Goiás, na Região Metropolitana do Distrito Federal.
Um líder comunitário da cidade teria sido ameaçado de morte pelo grupo e denunciou o caso à Polícia Federal.
Os promotores e a Coordenação de Investigação de Crimes Contra a Vida investigam mais um assassinato atribuído ao grupo. A Polícia Militar do Distrito Federal também investigou os supostos crimes e encaminhou o inquérito a Justiça Militar.


PESQUISAS FAJUTAS


Toda vez que se divulgam pesquisas apontando a popularidade do Governo Federal, se comete uma injustiça ao esconder o patrocinador: a classe média brasileira. Pois é ela quem patrocina as bolsas que o governo distribui. E essa mesma classe média que tudo banca, não é atendida pelo governo, tendo que pagar assistência particular em saúde, por exemplo.
Na última pesquisa que aponta 59% de aprovação da presidente Dilma, uma pergunta que é feita em todo o Brasil: em que lugar foi feita essa amostragem? Pois ninguém até agora por mim consultado aqui em Brasília e fora do Distrito Federal, diz textualmente que nunca foi ouvido pelo pesquisador... e que se trata de mais uma pesquisa furada patrocinada pelo Palácio do Planalto.


CADÊ AS NOVELAS?


Como a maioria dos brasileiros, gosto de uma boa programação na televisão. Só que ultimamente venho perdendo a vontade de ficar a frente de uma TV, nos meus momentos de descanso. Às vezes sinto saudades das novelas românticas, e de época, dos escritores Janete Clair e Benedito Rui Barbosa.
Quando ligo a TV para assistir alguma coisa boa deparo-me com as cenas de novelas de algumas emissoras de TV, que não acrescentam muita coisa que possamos aproveitar.
Por exemplo, o tempo todo os novelistas só se preocupam em mostrar nos capítulos das novelas, maldades e ações criminosas praticadas por um personagem representando miliciano, figura que hoje alguns estados, como o Rio de Janeiro, tentam banir do cenário.
O que é pior - esses criminosos fictícios vêm sempre se dando bem em suas maldades, mostrando à imprensa que as autoridades policiais são incapazes de qualquer solução.


OBRIGADO THOMPSON MOTA


Quero agradecer de público, ao companheiro e amigo o jornalista Thompson Mota, pelas providências tomadas com relação à solicitação dos quilos do peixe pirarucu, que vai me enviar para que seja saboreado aqui em Brasília.
Thompson Mota me informou uma novidade que eu desconhecia, é sobre o pirarucu defumado, que certame é muito gostoso, talvez bem melhor que o fresco e o salgado.
Esse amigo e sua família já estão convidados para almoçar comigo aqui em Brasília e saborear esse grande peixe da Amazônia e pescado nas águas da cidade de Santarém, a Pérola do Tapajós.
Obrigado “cabo” Thompson Motta pelas providências tomadas.


TUDO EM FAMÍLIA


Soube que em novembro de 2011 saiu publicado na mídia que a empresa do marido de Maria da Graça Foster, a C Foster, assinou nos últimos três anos, 42 contratos, sem licitação, com a Petrobrás, para fornecer componentes eletrônicos para áreas de tecnologia, exploração e produção a várias unidades da estatal.
Isso quando Maria Graça Foster era apenas diretora de Gás e Energia da Petrobrás.
Portanto, não tenho medo de afirmar que a presidente Dilma trocou seis por meia dúzia... ou muito pior ainda, talvez. Pois, se Maria Graça Foster já chegar para comandar essa importante estatal com esse tipo de lastro no seu curriculum, resta perguntar: quantos contratos de fornecimento serão fechados com a empresa de seu marido daqui para frente?
Que reforma dona Dilma está fazendo?
Olho vivo.


INDÚSTRIA DE MULTA


Sob o patrocínio do governo petista do Distrito Federal, foi instalada em Brasília a maior arrecadação de multas do País, sem que esses recursos sejam aplicados na melhoria e na educação de trânsito de Brasília.
Pelo que fui informado, foram aplicadas milhares de multas cujo o valor chega a cerca de 250 milhões de reais, o suficiente para tapar todos os buracos das avenidas e ruas de Brasília, além de se fazer uma campanha sistemática de educação de trânsito e melhorar os salários dos funcionários daquele orgão.
Nos 365 dias do ano de 2011,apenas uma campanha foi feita, com estudantes de escolas públicas, nas principais avenidas de Brasília, vestidos com fantasias mostrando os perigos das estradas.
Se alguém procurar um agente de trânsito em uma hora de necessidade ou uma autoridade desse setor, terá que penar; pois é mesmo que procurar uma agulha no palheiro.
O pior disso tudo, é que ninguém sabe para onde vai o dinheiro arrecadado com essas multas e se você recorrer de alguma inflação - que você não cometeu- , vem sempre a resposta, que foi indeferida por uma tal de JARI, que emprega pessoas ligadas ao governador ou por algum político do PT.
É na verdade, uma vergonha o que se vê com essa indústria de multas no trânsito do Distrito Federal.


SEM MEDO DE ERRAR


Não tenho medo de errar, que se aproxima uma crise política entre o PT, de Dilma Rousseff e de Michel Temer, do PMDB, com essa insubordinação do deputado e líder na Câmara dos Deputados, Henrique Alves, que bateu o pé, para que o diretor geral do DNOCS, seu indicado, não fosse demitido do posto depois que foi descoberto um rombo em torno de 320 milhões de reais.
Com 40 anos de mandato, pois que se elegeu deputado federal pelo Rio Grande do Norte, em dez legislaturas, Henrique Alves, - filho do cacique político potiguar Aloisio Alves -, não ficou satisfeito com a demissão do afilhado. Ele informou que vai dá o troco, assim que os trabalhos do Congresso Nacional, forem abertos no início de fevereiro.
Vai ser briga de gente grande e que pode estremecer as bases políticas da Presidente da República pois, afinal, são mais de 100 deputados federais, que o PMDB tem no Congresso Nacional.

Nenhum comentário: