12/04/2011

LUIZ SOLANO. O Repórter do Planalto

FICHA LIMPA NA PAUTA




Supremo Tribunal Federal está julgando em doses homeopáticas se a Lei da Ficha Limpa terá ou não validade na eleição de 2012. Mais uma vez o julgamento foi interrompido pela segunda vez por um pedido de vista do ministro Dias Toffoli, que disse não ter certeza se conseguirá liberar as ações para julgamento neste ano. Na sessão desta semana, apenas o ministro Joaquim Barbosa, votou ele defendeu a validade total da Lei, que segundo ele, está de acordo com princípios da Constituição que estabelecem a moralidade, a impessoalidade e a proteção do interesse público.


ESPIONAGEM OFICIAL


O Senado Federal paga R$ 96 mil por ano em licenças para que sua polícia legislativa tenha software de investigação que no Brasil é utilizado pela Polícia Federal, Procuradoria Geral da República, inteligência das Forças Armadas e no exterior serve a superagências, como a Central de Inteligência Americana - CIA, o Mossad de Israel e o Serviço Secreto Inglês. É todo mundo sendo investigado, inclusive os Senadores da República.


DIVISÃO DO PARÁ


Depois que alertamos a população do Pará, sobre essa divisão em mais dois Estados, começou haver ums preocupação, pois agora, todo mundo quer saber, quanto vai custar essa divisão e quem vai pagar a conta. Só se para ter uma ideia, serão criadas vagas para mais 6 senadores, 70 Desembagadores,18 Deputados Federais, 48 Deputados Estaduais, 30 Conselheiros do Tribunal de Contas para cada Estado criando ainda, cargos para cerca de 50 mil novos funcionários públicos, ao custo de 1 bilhão de reais por mês e 12 bilhões por ano. É muito dinheiro que poderia ser usado na construção de muitos hospitais, escolas, pavimentação de estradas e gerando empregos nessa grande Região. A pergunta que faço neste espaço, é quem vai pagar a conta, pois os Estados de Roraima e Amapá, que passaram cerca de 35 anos como Territórios, continuam recebendo dinheiro da União para pagamento de suas contas.


GATUNOS POR AI


O povo brasileiro está perplexo diante a gatunagem instituída no governo do PT, de Dilma Rousseff. Muita gente, principalmente, os pobres, que vivem das esmolas sociais, não estão nem ai, até porque só recebem. Não pagam impostos e INSS. Vivemos um momento onde até o Zé da Esquina prefere roubar a trabalhar. Governos estaduais, também, óbvio. Impressionante é o fato de funcionários públicos que trabalham com senha em sistemas financeiros não denunciarem falcatruas. É tão fácil ao ver o chefe pedir para assinar um contrato com valor vultuoso e botar a boca no trombone, mas não fazem com medo. É o fim da moralização.


VENDA CASADA


O governo tem que agir rápido para coibir a prática de cartel no setor de varejo de eletrodomésticos. Altamente concentrado com fusões e aquisições nos últimos anos, não existe mais concorrência entre esse segmento varejista. Além disso, a venda casada do seguro complementar, muitas vezes imposta pelo comércio, é uma prática danosa e lesiva ao consumidor, pois o seguro é caro e só cobre o segundo e terceiro ano de vida do eletrodoméstico quando historicamente ele não apresenta problemas. Em muitos casos a rentabilidade na venda do seguro faz com que as lojas de varejo imponha a compra do seguro para parcelar a compra, conceder descontos e oferecer brindes. Há que se proibir com urgência a venda de tal seguro nas lojas de varejos. As lojas vendem os eletrodomésticos e as seguradoras, em locais próprios, vendem os seguros.


PERIGO EM SHOPPING


Se houver uma incêndio nas Lojas Americanas que funciona no Shopping Pátio Brasil, aqui em Brasília, vai ser uma tragédia, pois a loja é muito grande e a única saída de emergência vive fechada inclusive com caixas que impedem a saída, local onde está instalada as Lojas Americanas. é exatamente na primeira garagem e tem mais de 300 metros de fundos e uma pequena saída que dá acesso para a área de circulação do prédio. É aquele ditado popular: o brasileiro só coloca chave na porta quando é roubado, e o choro que será derramado se houver uma tragédia, será lamentando pelas autoridades e por pessoas que perderam parentes.


TRÂNSITO CAÓTICO


Indiscutivelmente o trânsito de Brasília, em termos de sinalização é o pior do Brasil, com engarrafamento todos os dias, sem que as autoridades tomem providências para acabar esse caos, que tem irritado a população do Distrito Federal. Mais preocupada em arrecadar milhões com multas, em vez de melhorar o sistema, a Administração de Brasília, que tem um médico no comando que está sendo chamado de Governador Agnelo Leo Lero Queiroz, nada faz para resolver o problema. Ele vai para a televisão dizer que o ano de 2011 foi muito dificil. Certamente vai repetir esse refrão nos anos de 2012,2013 e 2014.Faltam três anos e um mês para o governo do PT terminar para alivio da população do Distrito Federal.

Nenhum comentário: