4/05/2007

Alfredo Ramos


04/04 - Será que agora deu para cair à ficha? O Paysandu foi a Recife mostrar via TV para todo mundo que quisesse ver que seu futebol atual não dá para encarar os mais fracos dos fracos times do Pará. Imaginem só ter a presunção de jogar futebol fora de casa, em outro estado. Ah, sim! Desculpe nossa falha. A culpa é o rombo no Papão. Assim sendo, ta desculpado. Futebol não é mais a praia do Paysandu pelo menos enquanto esse papo vestir a camisa do time de futebol.

O Náutico que anda meio freguês em Pernambuco pegou o time de Sinomar Naves e deitou e rolou. Um, dois, três, quatro, cinco,

Sinomar Naves que dizem é o melhor treinador do Pará, mas só fez estágios nas divisões de bases do Papão, e no Ananindeua, mas não passou dos portões da Curuzu, não pode ter “diploma” de treinador. Se tivesse aproveitado seu tempo, quando podia, ter feito estágios em clubes do sudeste, mesmo da Bahia, poderia ter aprendido um pouco mais. Hoje, ficou olhando o PC treinador do Náutico armar o time pernambucano e assistir sem poder fazer nada, ver sua tática errada de armação ter virado uma esculhambação só visto em times sem categoria alguma. Gogó até que ele tem. Disse que ia armar o Papão pra dá um nó no Náutico. Coitado... Acho que o nó vão dá nele em Belém. Mas se não der, tudo bem. Afinal o Paysandu tem futebol? Tem rombo nas finanças. Desculpa que satisfaz quem gosta de tomar Coca-Cola.

Feito do Papão. Desta feita jogando fora de Belém, não pegou de seis a zero. Melhorou pacas, mas poderia ter pegado de nove que dava no mesmo.

Gama vai ao Maraca, enfrenta a festa do Vasco dá de 2 a 1 e elimina os cariocas. Se fosse o Paysandu, Romário teria feito o milessimo gol e de quebra mais alguns. Essa é a diferença atual. Quem diria que o Papão da Libertadores chegasse esse ponto.


06 min/1t – Valença
22 min/1t – Kuki
29 min/1t – Felipe
42 min/1t – Felipe
08 min/2t – Felipe

Paysandu: Ronaldo, Cleidir (Lecheva), Cametá, Silvio, Alex; Sam, Arcelino, Ricardo Oliveira, Fábio Baiano (Flamel), Robson e Marcelo Maciel.

Volto qualquer dia.

Nenhum comentário: