4/15/2007

Alfredo Ramos




C q sabe

Será mesmo que o treinador é o culpado pela derrota do Papão frente o Náutico?

Olhando pra trás logo se vê que a história recente do Paysandu não é uma Brastemp. Jogou fora do estado, toma cacetada uma atrás da outra. Vai de quatro, vai de cinco, vai de seis, e até, de nove. Noves fora, zero para o Papão.

É o treinador o culpado?

É preciso que os dirigentes encarnem o espírito do futebol. Entre a várzea e a primeira divisão a distancia vai do Apeú (com acento no u) até ao Pacaembu (sem acento no lugar do u, do rabicó).

O treinador é culpado porque sabia que na Curuzu só tinha perebas e Rom Montilla. Aceitou porque quis.

Agora fica, dizem. Claro que fica. A madeira de lei agora é pinho.

Pinho sol, pinho lá e pinho pra todo lugar.

Empacou e na hora errada.

Se no mar a coisa esta feia, na Curuzu Sinomar vai virar a baleia encalhada da terceira divisão e com direito a essência de pinho para não feder quando entrar em decomposição.

Adeus Campeonato Paraense.

Acoooooorda Papão!
_________________

São Paulo(SP), 06 de abril de 2007 - 16:15
Alfredo Ramos
aaorbr@gmail.com

Nenhum comentário: