4/13/2007




BAR BRASIL
Lula cita Sarney e Jader em comilança do PMDB sobre a sucessão imperial


Brasília - O senador maranhense José Sarney (PMDB/AP) e o deputado Jader Barbalho (PMDB/PA) receberam fortíssimos elogios do imperador Luiz Inácio Lula da Silva (PT), quarta-feira 11, quando o presidente do PMDB, Michel Temer (SP), em jantar na casa do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse a Lula que só cinco ministérios é pouco; o PMDB quer é apoio de Lula para eleger seu sucessor, “sem maiores dificuldades”.

“Sarney me apóia desde a campanha de 2002. É o único ex-presidente que se comporta como ex-presidente” - disse Lula, que acompanha as peripécias do mais ilustre emigrante do Maranhão, Sarney, que desembarcou no Amapá, terra de outro grande peemedebista, o senador Gilvam Borges.

Sobre Jader Barbalho, aquele que chegou a ser algemado e engaiolado pela Polícia Federal, acusado de embolsar dinheiro público, disse Lula: “Jader é um injustiçado. Todo mundo sabe que foi um dos mais destacados parlamentares do PMDB autêntico, o quanto foi importante para a conquista da democracia. Quem, no Pará, não votou em Jader, em 1974?”

Estamos em 2007!

Nenhum comentário: