8/26/2007

Hoje - Dia Municipal do carimbó. Dia de Verequete


Hoje/26, é o Dia Municipal do Carimbó.
Neste dia Augusto Gomes Rodrigues, o nosso Verequete completa 91 anos.
Com exceção da Rádio Cultura FM que desde as seis horas da manhã, de uma em uma hora. falou no assunto, con mini-entrevistas, notas - narradas por Luciene Bandeira - e músicas, ninguém se lembrou da efeméride.
Pelo menos eu não ouvi e nem li nos jornais.
É uma grande injustiça para o nosso artista-popular maior O artista – cantor e compositor -, um dos maiores símbolos vivos de nossa cultura popular, nascido no município de Quatipuru, na região bragantina, praticamente começou a sua trajetória artística há 43 anos aqui em Icoaraci; exatamente na Rua 2 de dezembro, 7ª rua da Vila Sorriso, através de um conjunto de carimbó que se tornou famoso além das fronteiras do Brasil.
Eu fui um dos primeiros a fazer um trabalho com Verequete: uma matéria de página inteira publicada em 1968 na antiga Folha do Norte.
Verequete – grande aniversariante – foi atração de vários blocos carnavalescos de Belém , inclusive o Bole Bole, é considerado pelos estudiosos em folclore como “a maior expressão da cultura popular paraense'", E o seu trabalho ao longo desses oito lustros, após se refazer de uma AVC, além de uma de hérnia e de uma ulceração na perna esquerda, - que o afetou há seis anos e que o impediam de andar normalmente e conseqüentemente trabalhar -, é reconhecido e consagrado pelo público de todas as idades.
Essa situação, contudo, não tirou do Mestre sua imensa vitalidade e a paixão pelo o que mais sabe fazer: música, mais precisamente o carimbó, daquele de raiz, hoje marca registrada do Pará. Já são 11 discos gravados.
Chama Verequete - O seu trabalho cultural e artístico permitiu a realização de um curta metragem com roteiro e direção de Luis Arnaldo Campos e Rogério Parreira – Chama Verequete um dos vencedores do Prêmio Estímulo da Prefeitura Municipal de Belém – FUMBEL (1999).
Alem disso o curta foi premiado nos festivais de cinema de Belém, Curitiba e Florianópolis. No Festival de Gramado de 2001, o filme ganhou o prêmio de “Melhor Música”, com a assinatura do próprio Verequete. Foi o Kikito de Ouro. Chama Verequete, concorreu com outras 135 músicas. O prêmio de Melhor Música da Mostra de Curtas Brasileiros 35 mm de Gramado é o maior já conquistado pelo cinema paraense.
Foram seis dias de filmagem em seis locações que incluíram ruas do Centro Histórico de Belém, Palácio Antonio Lemos, Icoaraci, Casa do Mestre Verequete, Terreiro do Pai Carlinhos, Boate Locomotiva e Outeiro. Mestre Verequete estava em plena forma, participou da maratona de sets com disposição e extrema simpatia com toda a equipe, sendo acompanhado de perto por sua esposa Cenira, e tendo como Assistente exclusiva a jornalista e produtora Solange Campos. O filme foi rodado com equipamento 35 mm da FUNARTE e revelado no Labocine do Rio de Janeiro.
Algo chamou a atenção: as cenas de Icoaraci e Outeiro foram inteiramente produzidas por uma dupla nova, mas de extrema competência: João Inácio e Simone Machado, moradores da Vila. A produção contou com o total apoio da Agência Distrital De Icoaraci e de toda a comunidade. O set foi transformado numa grande festa popular, em plena Travessa São Rocque entre as ruas Padre Julio Maria e Xv de Agosto-, ou simplesmente 3ª e 4ª Ruas, respectivamente.
Justiça – A partir de 12 de junho de 2006 o Governo do Estado começou a pagar uma pensão especial de R$ 900 para Augusto Gomes Rodrigues, o Mestre Verequete, considerado a maior expressão do carimbó na Amazônia. “com a finalidade de proporcionar meios permanentes de auxílio material ao reconhecido músico local, que se notabilizou como mestre do carimbó”, diz o texto da lei, que prevê o reajuste da pensão de acordo com os índices a serem concedidos aos servidores públicos estaduais.
O deputado Joaquim Passarinho (PTB) foi um dos parlamentares que mais comemorou o apoio financeiro do Estado a Verequete. E com toda razão. Afinal, foi o petebista quem sugeriu ao governador Simão Jatene para que apresentasse projeto de lei à Alepa, fixando a pensão especial, que foi aprovado à unanimidade de votos.
Esquecimento – No ano passado nesta data ocorreu um show ao ar livre, na Praça do Carmo, que reuniu diversos artistas paraenses para cantar as músicas do Rei do Carimbó. O show foi a primeira atividade do projeto Verequete: o Rei dos Tambores, realizado pela Associação Amazônica de Difusão Cultural, Social e Ambiental e patrocinado pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD), por meio do projeto Cultura Pará 2006.
E este ano, gente?
O Verequete merece.

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

Este blog através de seu redator, colaboradores, acessadores e amigos; e, também, em nome de José Croelhas “sub-prefeito" de Icoaraci e povo da minha Vila Sorriso, cumprimenta Augusto Gomes Rodrigues, - o nosso Verequete – desejando Feliz Aniversário que, juntos, possamos comemorá-lo por muitos anos, com alegria, paz, amor e muita saúde.
Tudo de bom pra você, amigo.

Chama Verequete olêlê, Chama Verequete Olálá.

Nenhum comentário: